Featured

Balkan

(clarinete baixo solo e orquestra de sopros | bass clarinet solo & concert band)

linoguerreiro.com

O ritmo sempre foi algo especial para mim, sendo praticamente desde que tive contacto com a música algo que me fascinou. Ao longo dos anos fui descobrindo através da mais diversa literatura inúmeras formas de o abordar. São bons exemplos disso, ter descoberto José Eduardo Gramani e as suas pesquisas acerca do ritmo, ou perceber que na obra de Olivier Messiaen, este começou por dar primazia à melodia, referindo-a como “o elemento mais nobre da música”, mas que progressivamente o ritmo, o “primeiro elemento essencial da música”, começou a ganhar mais relevo nas suas obras. É certo que o princípio básico da concepção rítmica de Messiaen é a irregularidade, mas não é menos verdade que algo irregular mas constante, acaba por traduzir um ideia de regularidade. Balkan assenta em primeira análise nesta ideia aparentemente contraditória de irregularidade regular.

Trata-se de uma obra com claras ligações à música popular/tradicional da região das Balcãs, e tenta retratar esse folclore de forma inequívoca. A métrica irregular típica desta região, é para mim, um dos melhores exemplos de como algo que é irregular, pelo menos à luz da música mais ocidental, se torna absolutamente regular na forma como é abordado.

Balkan é constituída por quatro andamentos, Pajduško Horo, Sadovsko Horo, Baven Horo e Sandansko Horo, três destes assentam em danças tipicamente balcânicas, mais especificamente da Bulgária, e Baven Horo é um andamento lento, que ao mesmo tempo contrasta e agrega os outros três.

A obra é para clarinete baixo solo e orquestra de sopros, onde o solista em conjunto com outros três elementos forma um quarteto que assume a liderança do discurso musical. A forma desta pode ser traduzida em algo semelhante ao concerto grosso (quarteto/orquestra), mas ao mesmo tempo existem outros parâmetros que estão intrinsecamente ligados ao conceito de “obra aberta”. Balkan é dedicada ao clarinetista Paulo Gaspar.

Continue reading “Balkan”
Featured

Hoquetus

(ensemble de saxofones | saxophone ensemble)

editions-ava.com | SKU: ava212167

também disponível para/also available to:

  • orquestra sinfónica | symphonic orchestra
  • ensemble de madeiras | woodwind ensemble

pt

Obra constituída por três andamentos, marcada por diversos acontecimentos à volta de um tema único. “The Beginning” é a introdução do tema principal, num carácter lento e descontraído. O segundo momento da obra , “The Rough” é o verdadeiro primeiro andamento. Assim após se iniciar com características mais rudes, o tema apresentado no início da obra volta a aparecer, mas desta vez numa forma completamente diferente associada à vivacidade e rigidez deste andamento. O segundo andamento inicia-se com “Heterophony” e esta forma de tratar o material, para  além de contrastante com a restante obra, dá nome ao andamento. O terceiro andamento “Hoquetus” está escrito num compasso 7/8 com divisão irregular, com o intuito de criar diferentes situações rítmicas e harmónicas que possam eventualmente confundir o ouvinte. No entanto o tema é o original, bastante simples e objectivo, estando este distribuído pelos diversos instrumentos. Embora mais saliente neste andamento, é esta a principal característica que percorre transversalmente toda a obra. É de certa forma, reminescente de uma técnica dos primórdios da polifonia, o hoquetus. O último gesto desta obra é o resumo de toda a vivacidade anterior, uma subida frenética que acaba num fortíssimo que logo de seguida diminui até desaparecer por completo.

Continue reading “Hoquetus”

Agir – CONSTELAÇÕES

Participação do mixEnsemble no tema “Constelações”, com arranjos de cordas e sopros de Agir, Valter Rolo e Lino Guerreiro

Continue reading “Agir – CONSTELAÇÕES”

Valsa ao Sul

(saxofone soprano e acordeão | soprano saxophone & accordion)

linoguerreiro.com

também disponível para/also available to:

  • clarinete e acordeão | clarinet & accordion

Nasce de um daqueles ímpetos que não procuro explicar, que trazem tudo numa precipitação avassaladora, que não deixam tempo para questionar, que logo no início o fim já se anuncia, que nos fazem acreditar que o caminho era só este. Ímpeto que agarro sem preconceito ou julgamento, que nunca, mas mesmo nunca, procurarei explicar.

Continue reading “Valsa ao Sul”

From Avalon

(clarinete e bateria | clarinet & drums)

linoguerreiro.com

A partir de uma ideia concisa, esta obra desenvolve o seu discurso assente numa linguagem idiomática, que é absolutamente garantida pelos intérpretes originais para os quais esta foi escrita. No título, encontramos a pista para orientar a expectativa do que vamos ouvir.

Continue reading “From Avalon”

Carolina Deslandes – PAZ

Mais uma participação do mixEnsemble no tema “Paz” de Carolina Deslandes e Feodor Bivol – Produção de Agir – Arranjo de Cordas de Lino Guerreiro & Valter Rolo.

Continue reading “Carolina Deslandes – PAZ”

Corrida à Portuguesa

(orquestra de sopros | concert band)

linoguerreiro.com

pt

Corrida à Portuguesa tal como o nome indica, descreve uma tarde de toiros à maneira portuguesa. Sobre um tema central presente ao longo de toda a peça, desenvolvem-se os diferentes momentos de uma lide à portuguesa, que vão sendo introduzidos pelos diferentes toques usados nas corridas.

Continue reading “Corrida à Portuguesa”

Carolina Milhanas – Corpo de Mulher – Festival da Canção 2022

Mais uma participação do mixEnsemble no tema “Corpo de Mulher” do Agir, com a voz da Carolina Milhanas – Orquestrações de Agir, Lino Guerreiro & Valter Rolo

Continue reading “Carolina Milhanas – Corpo de Mulher – Festival da Canção 2022”

Mariana Dalot – NO FINAL

Mais uma colaboração do mixEnsemble, desta vez com Mariana Dalot, no seu Single “No Final” – Arranjo e Orquestração, Lino Guerreiro & Valter Rolo

Continue reading “Mariana Dalot – NO FINAL”

Fernando Tordo – “Os Fados Que Eu Fiz”

Álbum gravado em Novembro de 2020, misturado e masterizado em Fevereiro de 2021, que inclui vários fados originais, versões inéditas, participações especiais com a Cuca Roseta e Paulo de Carvalho, e ainda fados escritos em parceria com Ary dos Santos para o Carlos do Carmo. Com produção e arranjos de Lino Guerreiro e Valter Rolo, e a participação de vários músicos talentosos (cordas, teclas, sopros, percussões e um coral de três vozes)

uma produção mixensemble
Continue reading “Fernando Tordo – “Os Fados Que Eu Fiz””