Premonitions

 (orquestra de sopros/concert band)


pt

Obra constituída por três andamentos onde os primeiros dois funcionam como uma previsão do terceiro. Ao longo do discurso musical torna-se cada vez mais evidente a abordagem ao conceito de “obra aberta”. Os materiais vão assim sendo apresentados com base nestes pressupostos, tornando o resultado cada vez mais dependente do maestro. Já há muito tempo que pretendia escrever uma obra com estas características para orquestra de sopros. O conceito de “obra aberta” é comum à minha música em geral, mas neste grupo ele só aparece de forma muito discreta. Por isso decidi finalmente dar-lhe um papel mais preponderante, e assim explorar uma nova abordagem à orquestra de sopros.

en

Piece in three movements in which the first two are a premonition of the third. Throughout the musical speech becomes increasingly clear the approach to the concept of “open music”. The materials will therefore presented based on these assumptions, making the result more and more dependent on the conductor. Since a few years that I intended to write a piece of this nature for wind orchestra. The concept of “open music” is common to my music in general, but in this group it appears only very discreetly. So I decided to finally give it a greater role, and thus explore a new approach to wind orchestra.