pt
Haxāmaniš foi o rei ancestral, possivelmente mitológico, dos persas, da dinastia aquemênida. Em criança, Haxāmaniš foi alimentado e protegido por uma águia, assim como Gilgamesh rei da Suméria. Muitos estudiosos acreditam que ele era um governante de Parsumash, um estado vassalo de “Medes”, o império mediano, e que foi ele quem liderou o ataque contra o rei assírio Senaqueribe.
Esta obra é inspirada nas minhas leituras acerca deste assunto, na forma como a minha imaginação me fez ouvir alguns dos possíveis “sons”, que nas minhas fantasias fazem parte desta mitologia.

en
Haxāmaniš was the ancestral, possibly mythological, of the Persian kings of the Achaemenid dynasty. As a child, Haxāmaniš was fed and protected by an eagle, as well as Gilgamesh king of the of Sumerians. Many scholars believe he was a ruler of Parsumash, a vassal state of “Medes” the median empire, and that he led the attack on the Assyrian king Sennacherib.
This work is inspired by my readings on this subject, in the way my imagination made me hear some of the possible “sounds” that in my fantasies are part of this mythology.

pt
Trata-se de uma suite baseada em temas tradicionais de diversos países, aqui apresentada mais ou menos ao estilo do concerto grosso, do período barroco. Assim figura o quarteto de clarinetes the concertino, e a orquestra de sopros the ripieno.

en
A suite based on traditional themes from various countries, here presented more or less in the style of the concerto grosso, from the baroque period. So appears the clarinet quartet the concertino, and the concert band the ripieno.

pt
A música do meu país é a que mais “mexe” comigo. Se refletir sobre esta afirmação, dou por mim num estado “criador” completamente indissociável das raízes culturais do meu país. Esse estado leva-me a ter um carinho muito especial por esta obra, que nasceu num gesto impetuoso, que teve a sua origem numa série de temas tradicionais portugueses. Interlace achou-se como o título mais adequado a esta quantidade de relações “artísticas” intemporais, sendo ao mesmo tempo um anagrama de Clarinete, o instrumento em destaque nesta obra.

en
The music of my country is very special to me. When I reflect on this statement, I find myself as a “creator” completely inseparable from the cultural roots of my country. This mood leads me to have a very special affection for this work, which was born in a fiery gesture that had its origin in various traditional Portuguese themes. Interlace was found to be the most appropriate title for this amount of timeless “artistic” relations, being at the same time an anagram of Clarinete, the instrument featured in this work.

pt
(…) e assim numa noite escura e quente, enquanto um desespero se apoderava de mim, enquanto um fado se instalava na promessa de um outro fado cumprir, chegou por fim, como num sopro igualmente quente, veio shaloomoh (…)

en
(…) and so on a dark and warm night, while a despair seized me, while a fate settled upon the promise of another fate to fulfill, it came at last, as in an equally warm breath, came shaloomoh (…)

pt
Saxofone Suite Saxophone é inspirada no folclore oriundo da zona das Balcãs. É uma obra em três andamentos, onde cada um destes tem o nome da montanha mais alta de três países desta região.

en
Saxophone Suite Saxophone is inspired by folklore from the Balkans. It is a work in three movements, where each one of them has the name of the highest mountain of three countries from this region. Musala, in Bulgaria, Korab, in Albania, and Dinara, in Croatia.

pt
A obra “Azul Vivaz” foi escrita por solicitação da PwC Portugal, no âmbito dos Prémios Excellens Mare, com o objetivo de sublinhar o mérito de todas as pessoas e entidades que contribuem para a valorização do mar através da preservação ambiental. Quando penso no mar, penso na minha cidade natal, cidade de Tavira, no Algarve, sendo esta abençoada por este gigante, “o mar, o oceano, o azul, o horizonte”. A minha ligação ao mar é inevitável, é muito grande, pois desde sempre o contemplei e dele usufruí. Descrever tal imensidão não é uma tarefa fácil, e juntando ainda as minhas recordações, a minha vivência, a minha total ligação ao mar, torna tudo muito mais difícil. Assim resolvi concentrar-me numa dualidade óbvia. Dois polos, que traduzem dois “estados de espírito” meus, ou do mar, e viajar nessa dualidade, que mais tarde ou mais cedo, de forma cíclica regressa ao início, apelando à regeneração e à preservação ambiental. Do título da obra “Azul” : a calma, a paz, a serenidade, os temas mais lentos, mais românticos, mais apaixonados, a beleza do mar quando calmo e sereno, o horizonte azul. “Vivaz” : a força, a imponência, o respeito, os temas mais vigorosos, mais rítmicos, os ostinatos incessantes como que uma maré, o gigante vivaz. Foram estes dois polos o principal veículo para a composição desta obra. Polos opostos que inevitavelmente se tocam numa transversalidade mútua, que faz com que os temas sejam tratados em ambos os contextos, que sejam comuns ao dois polos. Foi desta ideia de “oposição falsa”, juntamente com “outras paixões”, que nasceu na minha consciência a obra “Azul Vivaz”.

en
The work “Vibrant Blue” was written at the request of PwC Portugal, as part of the Excellent Mare Awards, with the aim of underlining the merit of all the individuals and entities that have contributed to the increase in the value of the sea through environmental conservation. When I think of the sea, I think of my birthplace, the city of Tavira in the Algarve, blessed with this giant “the sea, the ocean, the blue, the horizon”. My attachment to the sea is unavoidable, it is considerable, it is so strong, in so far that I have always thought about it. To describe its vastness is not easy and, also adding my memories, my existence, my complete attachment to the sea, makes everything much much more difficult. I therefore decided to concentrate on an obvious duality. Two poles that may be interpreted as two of my, or the sea’s, “states of mind” and follow this duality that, sooner or later, returns to the beginning, calling for regeneration and environmental conservation. Within the title of the work, is “Blue”: calm, peace, serenity; themes that are slower paced, more romantic, passionate, about the beauty of the sea when it is calm and serene, the blue horizon. “Vibrant”: the power, the majesty, the respect; themes that are more vigorous, rhythmic, forever repeating melodies just as the tides, the vibrant giant. These two poles were the principal inspirations that underlay the composition of this work. Opposite poles that inevitably touch one another within their wider context that ensure that there is an intersection of themes that are common to the two poles. It was from the idea of a “false opposite”, together with “other passions”, that the idea for the work “Vibrant Blue” was born.

pt
Esta é uma obra que “fala” de uma personagem de nome Maud’Adib, e da sua aventura em terras de mouros e sarracenos, onde é salvo por um Califa que o resgata às portas da morte, levando-o depois para o seu palácio, onde lhe oferece guarida e tudo o mais preciso, até à sua recuperação.

en
This piece portrays a story about a man known as Maud’Adib, and his adventure in the land of Moors and Saracens, where he is saved by a Caliph that rescues him from death, leading him to his palace, offering him shelter and everything else needed, until is recovery.

pt
Desde muito cedo que me interesso pelas civilizações do mundo antigo, sendo a civilização egípcia talvez aquela que mais me fascina. Esta obra retrata um “folclore imaginário” principalmente proveniente da literatura que fui consumindo ao longo dos anos. Obra dedicada a Francisco Ferreira e à Banda Sinfónica Portuguesa com estreia no “III Concurso Nacional de Composição Banda Sinfónica Portuguesa”.
Andamentos / al-Uqṣur – Foi a antiga cidade de Tebas, a grande capital do Egito durante o novo império, era a gloriosa cidade do deus Amon-Ra / Torrents from Nile – O Nilo é o grande rio no nordeste de África que flui para norte, é geralmente considerado o maior rio do mundo / The Pyramid of Giza – A Grande Pirâmide de Gizé é a mais antiga e maior das três pirâmides na Necrópole de Giza. É a mais antiga das sete maravilhas do mundo antigo, e a única que permanece intacta / Cairo City – Cairo é a capital do Egito, a maior cidade do médio oriente. Localizada perto do delta do Nilo, esta foi fundada em (Anno Domini) 969, e conhecida como “a cidade dos mil faróis” / The Nile Delta – O Delta do Nilo é formado no norte do Egito, onde o rio Nilo se espalha e drena para o mar mediterrâneo. É um dos maiores deltas fluviais do mundo / Luxor – O nome atual de al-Uqṣur

en
Since very early that I’m interested in the ancient world civilizations, and the Egyptian civilization is perhaps the one that most fascinates me. This work portrays an “imaginary folklore” mainly based in literature about the Ancient Egypt. Work dedicated to Francisco Ferreira and Banda Sinfónica Portuguesa, with premiere in “III Concurso Nacional de Composição Banda Sinfónica Portuguesa”.
Movements / al-Uqṣur – The ancient city of Thebes, the great capital of Egypt during the new kingdom, and the glorious city of the god Amon-Ra / Torrents from Nile – The Nile is a major north-flowing river in northeastern Africa, generally regarded as the longest river in the world / The Pyramid of Giza – The Great Pyramid of Giza is the oldest and largest of the three pyramids in the Giza Necropolis. It is the oldest of the seven wonders of the ancient world, and the only one to remain largely intact / Cairo City – Cairo is the capital of Egypt and the largest city in the middle-east. Located near the Nile delta, it was founded in (Anno Domini) 969 and is known as “the city of a thousand minarets” / The Nile Delta – The Nile Delta is formed in northern Egypt where the Nile river spreads out and drains into the mediterranean sea. It is one of the world’s largest river deltas / Luxor – The current name of al-Uqṣur.