.INT. [41.11]

pt
Esta obra surge do convite a mim endereçado pelo Grupo de Música Contemporânea de Lisboa (GMCL), na pessoa do clarinetista Luís Gomes, sendo dessa forma originalmente escrita para esta formação específica, Flauta, Clarinete, Violino e Violoncelo. O clarinete apresenta-se preponderantemente como solista, embora não totalmente, onde os restantes instrumentos acabam por ser de certa forma contagiados por toda a actividade inerente ao primeiro. A Obra está directamente ligada ao conceito de obra aberta, sendo que várias secções desta permitirem diversas formas de interpretação, e onde parte das decisões são tomadas pelo intérprete. As secções contrastantes são provenientes de uma ideia de instabilidade e inquietude que percorre toda a obra.

en
Piece commissioned by the clarinetist Luís Gomes to the “Grupo de Música Contemporânea de Lisboa (GMCL)”, thereby the piece is originally written for this specific ensemble, Flute, Bb Clarinet, Violin and Cello. The clarinet is presented primarily as a soloist, although not totally, then the other instruments start to be somehow infected by the first. The piece is directly linked to the concept of “open music”, and various sections of this are open to various forms of interpretation, where part of the decisions are taken by the performer. The contrasting sections come from a sense of instability and unease transversal to all piece.

Ostinatus

pt
Esta obra tal como o nome sugere, é baseada em diversos ostinatos, de carácter rítmico e de carácter melódico, sendo que, por vezes os ostinatos resultam da soma destas duas variáveis. É constituída por dois andamentos onde o primeiro é o principal e a génese de toda a obra. Ambos os andamentos são constituídos por duas secções contrastantes. Numa primeira secção, de carácter rápido, são tomadas em conta questões ligadas à dificuldade técnica e à dificuldade de junção das duas partes, o piano e o saxofone. Numa segunda, de carácter lento, é explorada toda a expressão proveniente do tema principal. É ainda importante referir a dificuldade a nível do registo do saxofone, presente em todo o segundo andamento. Obra composta em dois andamentos, com base num ostinato rítmico e melódico, que ao longo do discurso vai sendo alvo de diferentes modificações. A interacção dos dois instrumentos resulta da clareza e objectividade da ideia inicial, esta torna-se essencial, e nunca é abandonada. Esta obra foi escrita para o saxofonista João Pedro Silva. O carácter geral da obra tem a sua génese na minha ideia particular acerca deste músico singular.

en
This piece as the name suggests, is based on rhythmic and melodic ostinatos. It’s a work in two movements where the first is the main and the genesis of the entire piece. Both movements have two contrasting sections. In the first section, from a fast nature, the technical issues and the difficulty of joining the two parts, piano and saxophone, are taken into account. In the second section, with a slow character, the main theme is explored in all is nature. It is also important to note the difficulty of the higher notes in the alto saxophone, present throughout all the second movement. Work composed in two movements based on a rhythmic and melodic ostinato, that throughout the speech will be the target of different modifications. The interaction of the two instruments is the result of the clarity and objectivity of the initial idea, it becomes and remains essential. Work commissioned by saxophonist João Pedro Silva. The general nature of the piece, has its genesis in my particular idea about this singular musician.