PAV

pt

Obra composta por três andamentos onde o primeiro apresenta características de improvisação, deixando a possibilidade ao intérprete de manipular diversos aspectos, a marcação metronómica não é necessariamente rígida. O segundo andamento assume um carácter bastante mais rigoroso no que diz respeito ao tempo e determinação rítmica. O ostinato é a sua característica mais latente, alguns momentos de poliritmia fazem também com que este segundo andamento tenha um carácter bastante forte e decidido. Finalmente o último andamento consiste na exploração de quatro notas, um princípio de certa forma minimalista, mas sem nunca se distanciar demasiado das características do segundo andamento.

Continue reading “PAV”